RAINHA D. URRACA DE CASTELA

Quarto

História

D. Urraca de Castela ou Urraca Afonso de Castela nasceu em 1186 e morreu a 02 de Novembro de 1220, em Coimbra, filha do Rei Afonso VIII de Castela com sua esposa Leonor de Inglaterra (princesa inglesa filha de Henrique II e de Leonor de Aquitânia).

Foi rainha consorte de Portugal por casamento com o Rei D. Afonso II de Portugal, em 1208. Infante D. Afonso sobe ao trono em 1211.

Pertenceram-lhe os senhorios de Torres Vedras, Óbidos e Lafões.

Do seu casamento nasceram D. Sancho II, D. Afonso III, Leonor Infanta de Portugal, Fernando de Portugal e Vicente de Portugal.

Este casamento deu origem às lutas travadas entre D. Sancho I e o Bispo do Porto D. Martinho Rodrigues. Quando D. Afonso e sua mulher, a Rainha D. Urraca, passaram por esta cidade, este recusou recebê-los processionalmente, alegando parentesco entre ambos. Seria obviamente um pretexto, pois o casamento foi autorizado e não havia dúvidas sobre a sua legalidade.

Tendo falecido três anos antes de seu marido, não teve de lidar com as lutas que resultaram da deposição de D. Sancho II e aclamação de seu irmão, D. Afonso III, dois dos seus filhos que reinaram Portugal.

Durante o seu reinado, D. Urraca foi uma Rainha que se caracterizou por não se intrometer em assuntos políticos, vivendo apenas para a educação dos seus filhos e para os negócios internos da sua casa.

Encontra-se sepultada no Mosteiro de Alcobaça.

FAÇA A SUA RESERVA CONNOSCO!

Agende a sua chegada à Casa das Senhoras Rainhas e o número de noites que pretende ficar, nós trataremos de todos os pormenores do seu alojamento.